Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

veterinaria-online

veterinaria-online

Os Parasitas Intestinais - Parte I




Osparasitas intestinais são organismos que vivem no intestino e vivem à custa doseu hospedeiro.

Osparasitas intestinais dos cães e dos gatos podem também provocar doenças oshumanos, principalmente as crianças.

Assimconvém saber o que são e como se devem proteger os animais de estimação paraque eles e toda a família esteja protegida.

Quais são os sintomas?

Ossintomas são muito variados, dependendo da quantidade de parasitas e da idadedo seu hospedeiro.

Pode mesmonão haver sintomatologia visível (parasitas nas fezes).


  
Comosintomas leves temos a comichão anal, pêlo baço e quebradiço e, em situaçõesmais graves, para além da presença dos parasitas nas fezes, podemos observarvómitos, diarreia, perda de peso e da condição corporal, abdómen dilatado eanemia.





Emsituações muito graves estes parasitas podem formar rolhões no intestinoprovocando obstruções intestinais muito graves podendo culminar com a morte docão/gato.



Quais os parasitas mais frequentes?

Existem2 grandes tipos de parasitas intestinais: as lombrigas e as ténias.



Aslombrigas são parasitas redondos que têm a forma de esparguete e as ténias sãoparasitas de forma achatada semelhantes a pevides.


Asténias libertam pequenos fragmentos esbranquiçados que ficam colados ao pêlo ou àmucosa anal e que dão muita comichão. De destacar 2 ténias : a Dipyllidium caninum (que é transmitidapela ingestão da pulga) e a Echinococcusgranulosus responsável pelo quisto hidático nos humanos.




Os parasitasintestinais são responsáveis também pela depressão da imunidade e, como tal,antes dos animais serem vacinados, devem fazer sempre uma desparasitação.